#prémio estação imagem

Mais um ano de Prémio Estação Imagem e que este ano decorreu em Viana do Castelo.

PRÉMIO ESTAÇÃO IMAGEM 2015 VIANA DO CASTELO para reportagem sobre efeitos da crise e políticas de austeridadeBruno Simões Castanheira volta a conquistar o prémio de fotojornalismo depois de há dois anos ter sido galardoado com um trabalho sobre a crise na Grécia.Uma impressiva reportagem sobre os efeitos da crise e das políticas de austeridade na sociedade portuguesa ditou o vencedor do PRÉMIO ESTAÇÃO IMAGEM 2015, cuja lista de premiados foi esta manhã anunciada em Viana do Castelo. O grande vencedor é o fotojornalista freelancer Bruno Simões Castanheira, que já há dois anos tinha igualmente arrebatado o prémio maior deste concurso com idêntico trabalho sobre a Grécia.Nesta sexta edição do concurso, o júri internacional destacou a qualidade dos trabalhos apresentados e o talento e a dedicação demostrados pelo grupo de fotojornalistas candidatos. “Um conjunto de imagens que são ao mesmo tempo belas e retratam dificuldades. Deliciam os sentidos e a imaginação e permitem também perceber a complexidade de importantes acontecimentos sociais”. O júri, presidido por Maria Mann, directora de relações internacionais da agência EPA, integrava ainda o grego Yannis Behrakis, fotojornalista da Reuters, com um currículo de cobertura de conflitos em todo o mundo; Ruth Eichhorn, directora de fotografia das revistas GEO; o argentino Horacio Villalobos, que trabalhou para as agências UPI e AP e para revistas como a Time e Newsweek; e Elena Boille, subdirectora e editora gráfica da revista italiana Internazionale.Candidataram-se 354 reportagens, tendo sido atribuídos também prémios em sete diferentes categorias e ainda um prémio especial Noroeste Peninsular que nesta edição tinha como tema a Construção Naval. Coube a António Pedro Santos, fotojornalista do jornal i, pela reportagem “Batalha Naval” sobre a produção dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo.Na categoria Notícias, venceu o trabalho “O Padre”, uma reportagem de André Gouveia (Global Imagens) sobre o conflito entre católicos relacionado com a substituição do pároco de Canelas, em Vila Nova de Gaia. Rui Duarte Silva (Expresso) venceu na categoria Assuntos Contemporâneos, com o trabalho “Galgos, corridas e perseguições”, tendo o júri atribuído ainda um segundo prémio a João Miguel Gomes da Silva (Público), pela reportagem “Paralelos”.O fotojornalista do Expresso foi também vencedor na categoria Vida Quotidiana, com um trabalho sobre a cidade do Porto a que deu o título de “Sozinhos na cidade”. O segundo prémio desta mesma categoria foi para o freelancer Rui M. Oliveira pela reportagem “Luta contra a fome” relacionada com a ajuda alimentar.Na categoria Arte e Espectáculos, venceu Paulo Pimenta (Público) – também já vencedor do prémio principal na primeira edição do concurso – com o trabalho “Rasgado”, enquanto à reportagem “O maior espectáculo do mundo”, do freelancer Francisco Salgueiro, foi atribuído o segundo prémio.Igualmente dois prémios na Série de Retratos, o primeiro para Natália Szemis (freelancer), com o trabalho “Imaginarium” com crianças cegas ou com deficiências visuais, e o segundo para António Pedro Santos (Jornal i), pela reportagem “Todos diferentes todos iguais”. Dois premiados ainda nas reportagens sobre Ambiente: Eduardo Leal (freelancer) foi o vencedor com “Árvores de plástico”, cabendo o segundo a Douglas Rogerson, também freelancer, pelo trabalho “Animação suspensa” que realizou junto do Centro de Recuperação de Animais Selvagens, em Castelo Branco.Na categoria Desporto, Daniel Rodrigues (também freelancer) foi o vencedor com uma reportagem sobre a paixão do futebol no Brasil durante o Mundial, a que chamou “Fé, futebol e bola pr’á frente”, tendo o segundo prémio sido atribuído pelo júri a um trabalho com praticantes de Street Workout na cidade de Braga, do fotógrafo Gonçalo Delgado.A par das reportagens premiadas, todos os anos é atribuída uma bolsa, tendo sido escolhida a proposta “A tradição ainda é o que era”, apresentada pelo fotojornalista António Pedro Santos, que assim arrecadou três dos prémios hoje anunciados.

Posted by Bruno Portela on Sábado, 18 de Abril de 2015

VIDEO

Deixe mensagem (Leave a Reply)

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Powered By WordPress | Music Artist