Estaleiros

Estaleiros

A imagem que está presente diariamente de forma real ou refletida. Refletida num vidro ou na memória, memória neuronal ou na memória de acervo fotográfico! São anos de memórias dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, hoje concessionado à administração do WestSea! Independentemente de toda a polémica que envolveu o processo, hoje continuamos a ter um olhar em direção a uma estrutura metalúrgica que continua a laborar e a exercer o fascínio a que nos habituamos a assistir ao longo de muitos anos. Em janeiro de 2015 foi imortalizada esta imagem porque embora haja a possibilidade de se repetir, seriam necessários dezenas de anos de espera para que as árvores que foram abatidas crescessem, passando por uma ideia remota, onde os elementos se dispusessem da mesma forma, a hora idêntica e condições climatéricas semelhante. É por isso que um acto fotográfico é impossível de se repetir. A ideia pode repetir-se, mas o instante é único!

Garranos de Castro Laboreiro

Espécie equídea autóctone, embora vivam em estado selvagem, na sua maioria, pertencem a produtores desta espécie animal. Podem ser encontrados em diversas zonas de Portugal e Espanha porque trata-se de uma raça Ibérica. Estes, são garranos de Castro Laboreiro.

Garrano from Castro Laboreiro

Native equine species, although they live in the wild, mostly belong to producers of this animal species. They can be found in different areas of Portugal and Spain because it is an Iberian breed. These are Garranos from Castro Laboreiro.

Ouvi dizer que não

Muitas vezes ouvi dizer que não! Azul e verde não combinam! E porque não!? Só porque abunda na natureza!? Talvez por isso, a plena preservação da natureza verdejante ainda seja uma miragem!