mão no fogo

Sol esse que se derrete em chamas,

chama por ti pela luz.

Luz essa de uma chama distante,

distante a luz próxima que cega.

Dou-te esta mão que se queima,

queimada numa imagem.

Imaginária mão queimada,

da luz que não queima nada.

É a poesia da fotografia,

grafia do desenho com luz.

Luz que deixa a grafia,

da imaginação de quem a produz.

Excerto de coisas que saltitam do hemisfério direito para o hemisfério esquerdo do cérebro de; Rafael Peixoto

DSC_0816a

 

3 opiniões sobre “mão no fogo

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.