#face of graffiti

Wall art of a graffiti painting of a face.

image

meia maratona manuela machado

You did not specify a return url in the settings
You did not specify a price in the shortcode

Manuela Machado, atleta de Viana do Castelo, da freguesia de Cardielos, é uma das atletas de prestigio nacional e internacional. Em homenagem ao que foi o seu percurso desportivo e reconhecido valor, tem uma prova anual, a Meia Maratona Manuela Machado, que já vai na sua XVIII edição. Esta prova tem atraído à cidade de Viana do Castelo outros atletas de prestigio internacional, para além de forasteiros, familiares e amigos dos atletas.

Esta prova tem contado com a presença de um atleta que se tem destacado com bastante frequência e já é uma referencia de relevo para o distrito e para portugal. É preciso acompanhar e apoiar este atleta de nome Miguel Moniz Pereira.

A prova tem mobilizado muitos residentes, mais na competição do que a assistir, mas considero que quando dizem que não acontece nada em Viana do Castelo, talvez se estejam a referir ao que se passa dentro da casa de cada um. Parece-me difícil que esta prova possa passar à porta da casa de cada vianense para que possa ser vista no conforto do seu sofá!

É fácil dizer que não se passa nada, quando não se sai para ver o que se passa!

 

eu sou do tempo em que

 

eu sou do tempo em que
eu sou do tempo em que

Eu sou do tempo em que a internet era inimaginável, passava horas a desenhar de memória o que via ou imitava outros desenhos de quem o sabia fazer. Computadores eram uma miragem e apenas havia televisão que era monocromática, escassos livros com imagens e algumas revistas e jornais! Na altura considerava a televisão uma chatice, mas hoje adoro os monocromatismos! Ajuda-nos a ter uma percepção mais real da composição sem abstracção do todo que a exuberância de cores mais garridas provoca. Mas do desenho tenho memória em que no inicio representava coisas como se fossem ícones isolados sem envolvente! Talvez essa prática toque o meu subconsciente ao ponto de reviver o desenhar com o mesmo sentido, só que desenhando com a luz, levando-me a explorar o conceito de altos contrastes em composições monocromáticas por forma a isolar os elementos principais, tornando a fotografia minimalista.

E porque fotografar é desenhar com a luz, aqui fica um retrato da pesca da lampreia, num desafio a todos na identificação dos cinco elementos presentes e que lhe estão directamente relacionados.