#”déjà vu” pictórico

Hoje deu-me para o “déjà vu” num registo pictórico com “smartphone” para os “smart” que acham que o sistema não faz fotografia. Embora de qualidade reduzida, serve perfeitamente os propósitos da “web”, porque quem busca qualidade que a pague!

No entanto, e apesar da qualidade, esta fotografia revela as partes baixas de uma ponte, de seu nome Ponte Eiffel, residente sobre alicerces no Rio Lima, da história Rio Lethes, na localidade de Ana que foi vista no Castelo, mais propriamente Viana do Castelo. Lethes de esquecimento para os incautos porque do outro lado, consta da história, que a memória não se esvaiu! Esvai-se sim, a memória daqueles que quiseram singrar e necessitaram de calcorrear os caminhos da aprendizagem e gostavam de ver as suas obras, mesmo que menores, vistas e apreciadas por outros.

Diz-se ainda que em democracia todos tem direito de mostrar os seus dotes às comunidades de que fazem parte! Caso contrário só os eleitos o podem fazer e ai estamos a gerar elites de egoístas! No mesmo processo democrático dentro da ditadura imposta pelo “facebook”, as pessoas e não pessoas são livres de opinar e gostar se quiserem e quando quiserem! Tão livres que até podem mentir dizendo que gostam!

E sem mais alongamentos, porque a idade já não dá tréguas, por aqui me fico à espera de reacções que obviamente só podem vir de reaccionários, esperando no entanto o contributo de uma opinião dada por aqueles a quem lhes foi conferida a sensatez!

IMG_20150930_180810a

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.