fauna no poço negro

Como espaço natural que é, e longe de presença humana em permanência, no que se refere à fauna no Poço Negro é um local que conta com a existência de animais que desconhecem o real perigo da presença humana. Fácil é fotografar alguns dos animais que lá existem, sem ter que esforçar para o fazer. A lagartixa-de-bocage esteve próxima o suficiente para poder ser registada, enquanto a rã viu a câmara fotográfica quase em cima dela sem se mover ou reagir à presença humana, tendo em conta que foi feita uma aproximação lenta, mas a objectiva esteve a 5 cm do animal. Já a libélula ou libelinha, também conhecida por tira-olhos, o que lhe confere um atributo estupidamente medonho, é um animal de um beleza sem igual pela exuberância da cor azul. Fácil de fotografar quando pousada nas plantas, em voo é um animal irrequieto, mas lá se consegue congelar o movimento.

As a natural space that is, and far from human presence at all times, the Poço Negro (Dark Pool) is a place that has the existence of animals who are unaware of the real danger of human presence. Easy is to photograph some of the animals that are there, without having to struggle to do so. The gecko-de-Bocage was close enough to be registrable as a frog saw the camera almost on top of it without moving or react to human presence, given the fact that a slow approach, but the objective was to 5 cm (2 inch) from the animal. Dragonfly or damselfly already, also known as strip-eyes, which gives it a stupidly awful attribute, it is a beast of a beauty unmatched by the exuberance of blue. Easy to shoot when you lodge in plants in flight is a restless animal, but there if you can freeze the motion.

You did not specify a return url in the settings
You did not specify a price in the shortcode

3 opiniões sobre “fauna no poço negro

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.