Esquissos luminosos

Fotografia pressupõe registos de algo que se vê. No entanto, pode-se ter fotografias do que não se vê.

E se a palavra fotografia se decompõe em foto+grafia originário do grego (fós + grafê) ou seja luz+desenhar, quando se fotografa e a composição não se mantém estática durante o tempo de exposição, obtemos registos onde a luz percorre uma trajectória que resulta em desenhos de luz que são normalmente conhecidos e classificados de light painting.

Poderíamos então classificar de light painting sobre fotografia que numa análise simplista seria:

Pintar com luz sobre desenho com luz, esquissos luminosos, é o que resulta numa saída experimental para fotografar a luz.

You did not specify a return url in the settings
You did not specify a price in the shortcode

Contornos humanos

Humanos são os contornos que a luz crepuscular deixa ver. Ser humano de forte apetência fotográfica, é apanhado no momento do seu acto de registar para a posteridade. Insignificante seria a sua presença, não fosse a luz deixar que este registo, acto momentâneo de captar o captador, produzisse forma de sombra antropomórfica de morfus pouco usual.
Momento registado durante uma visita a uma exposição na Fundação de Serralves.
Contornos humanos
Contornos humanos na Fundação de Serralves

Luz dinâmica

O fogo de artifício é um espectáculo de luz dinâmica, onde a beleza da luz é emanada a cada explosão. Na fotografia vê-se o que a vista não consegue processar, quer por via das diferenças ópticas quer por via da rapidez como as coisas ocorrem! Neste espectáculo existem sempre pessoas que animam a composição. O flare, é um fenómeno associado à refracção da luz, produzido pelos elementos ópticos (lentes) que constituem as objectivas. Mais um conjunto de fotografias retirado do fundo do baú (blog) para recordar coisas de 2011. Registos de uma Nikon D90.

You did not specify a return url in the settings
You did not specify a price in the shortcode